loading...

ANGOLA - Comer gato virou moda

“Matadores de Gatos”: assim é chamado este trio composto por dois irmãos e um amigo.

Os jovens, conhecidos pelas alcunhas Adidas, KP e Nelis são residentes no Município do Cazenga e tornaram-se famosos pela preferência no consumo da carne de gato.
Segundo Adidas, este começou a comer carne de gato aos 6 anos de idade na casa do seu tio. “Quando tinha 6 anos, os meus tios comiam muita carne de gato e eu saboreava muito aquela carne sem saber que era gato. Mesmo após descobrir, não consegui mais parar. Já não consigo passar mais de um mês sem comer gato. Matabicho, janto, e não vivo sem a carne de gato”,confessou o jovem.

FOTO: blogdogato.com.br
Nelis Boy dá mais detalhes:

“Nós pegamos no gato, metemos no saco e atiramos contra a parede para que este fique enjoado. Depois de morrer, retiramos a cabeça, pele e órgãos, e abrimos o animal ao meio para temperar com sal e jindungo”, revela.

Já KP afirma que os gatos que consomem são, na sua maioria, vadios. “Caçamos os gatos que passam no telhado ou ficamos com os gatos que as vizinhas não precisem mais”. Já com alguma experiência, os jovens explicam que as melhores horas para caçar o pequeno felino são entre as 23h e a 1h da manhã.

Entretanto, segundo Autoridades da Saúde

“A carne de gato é alimento em muitos Países, mas não faz parte do cardápido dos Angolanos. O seu consumo é um acto muito arriscado, pelo facto do animal transportar consigo muitos parasitas e vírus que podem resultar em crises asmáticas, alergias, tosse, gripe e outras doenças respiratórias.

Siga-nos por email

Subscreva:

Desenvolvido por FeedBurner

loading...