Remédios que temos em casa e que podem matar

Provavelmente você tem esses medicamentos aí mesmo em sua casa e precisa conhecer melhor o perigo que eles oferecem antes de ingeri-los mais uma vez.

1. VITAMINAS

Parecem tão inofensivas e pouco perigosas, mas elas podem – se não orientadas por um médico – matar! É isso mesmo, estudos mostram que as vitaminas podem aumentar o risco de mortalidade.

Foto: Multi-Pharm
Você só deve tomar vitaminas se as mesmas forem prescritas pelo médico. Se achar que seu organismo precisa de mais vitaminas converse com ele para que depois de alguns exames ele possa lhe indicar corretamente o uso.

2. DIPIRONA

Quase todo mundo tem dipirona em casa, principalmente para quem tem filhos. Ela é um analgésico, antitérmico muito recomendado até mesmo pelos pediatras, mas já se sabe que ela pode colaborar para o surgimento de uma doença potencialmente fatal.

Inclusive em alguns países o uso da dipirona sódica já é proibido.

3. ÁCIDO ACETIL SALÍCILICO

Outro medicamento bastante comum e muito utilizado para aquelas dores de cabeça, dores simples ou para prevenir o infarto, o ácido acetil salícilico (aspirina, por exemplo) deixou de ser o bom mocinho e entrou para a lista dos vilões.

De acordo com o site Pediatrics for Parents, se usada em excesso, a aspirina pode afetar os órgãos principais, causando grandes danos. A aspirina interrompe o metabolismo celular e afeta o sistema nervoso. Afeta também o coração, pulmões, fígado e rins. Overdose pode causar insuficiência respiratória, insuficiência cardíaca, insuficiência renal, coma, convulsões e a morte.

4. PARACETAMOL

Um analgésico utilizado para baixar a febre e aliviar as dores, uso comum em adultos e crianças, mas que se utilizado em excesso pode levar a danos sérios a saúde.

A overdose de paracetamol afeta muito os rins, a primeira causa de morte por paracetamol é a insuficiência hepática.

5. ANTIBIÓTICOS

Os antibióticos são prescritos para combater infecções e só devem ser utilizados após a indicação médica e pelo período prescrito, nada além disso. Esse cuidado todo é porque eles funcionam como um veneno para eliminar as bactérias causadoras de infecções.

De acordo com o site CNN o uso constante de antibióticos diminui a resistência a infecções.

O uso indevido de antibióticos faz com que as bactérias se tornem imunes ao seu efeito e sofram uma mutação, influenciando na cura das doenças.

6. ANTI-INFLAMATÓRIOS

O uso indiscriminado de anti-inflamatórios pode prejudicar a saúde e levar a efeitos colaterais indesejados. Assim como os analgésicos eles só devem ser consumidos após criteriosa avaliação médica, uma vez que seu uso inadequado pode prejudicar vários órgãos.

Nunca tome medicamentos sem conhecimento de seu médico, ao invés de aliviar seus sintomas eles podem prejudicar muito o seu quadro e agravá-los profundamente.

Siga-nos por email

Subscreva:

Desenvolvido por FeedBurner

loading...