loading...

CR7, o Lamborghini e a ambulância

Meios espanhóis avançavam segunda-feira que Ronaldo teria abandonado o Lamborghini Aventador por dificuldades de condução e pedira ajuda à polícia. História, afinal, era falsa

A notícia foi publicada na passada segunda-feira na imprensa espanhola e replicada em vários meios de comunicação, nacionais e internacionais: no domingo, Cristiano Ronaldo tinha sido obrigado a abandonar o Lamborghini Aventador de que é proprietário em Navacerrada, uma estância de esqui nos arredores de Madrid, Espanha, devido às dores no pulso esquerdo lesionado, que não o deixavam conduzir. Estacionada a "bomba", o craque - acompanhado pela namorada Georgina Rodríguez - tinha pedido ajuda à Guardia Civil espanhola, que por sua vez mandara uma ambulância para retirar o casal.

Foto: Diez
Mas, escreve hoje o El País, Cristiano Ronaldo nunca esteve ali e o Lamborghini no parque de estacionamento de Navacerrada, cuja fotografia foi divulgada nas redes sociais, nem sequer era o do português. Do alegado pedido de auxílio e intervenção de polícia e ambulância, não há registo. Os agentes do jogador não quiseram comentar as deslocações de CR7 no fim de semana e os agentes da Guardia Civil, quando contactados pelos jornalistas que tentaram confirmar a história, riram-se e pediram-lhes, de forma irónica, que perguntassem ao presidente do Real Madrid.

Tudo não terá passado de uma gigantesca invenção, avançada por meios de comunicação que citavam "fontes próximas" de Cristiano Ronaldo e que acabaram por ser citados pela restante imprensa. Como a história se desenrolou e onde teve origem, não se sabe.

Tudo começou com o 'tweet' de uma espanhola que, em Navacerrada, se fez fotografar ao lado de um Lamborghini Aventador semelhante ao de Cristiano Ronaldo - o mesmo que o jogador mostrou no Instagram e que deu origem a inúmeras paródias na internet.

Mas o automóvel na fotografia mostrava um carro sem matrícula que, viria a confirmar-se na terça-feira, não era definitivamente o de Ronaldo. A polícia revelou que tinha mandado parar um empresário que conduzia o Lamborghini Aventador precisamente porque o carro não tinha ainda a placa de matrícula dianteira.

A própria concessionária de Madrid da Lamborghini foi contactada para garantir que a situação do veículo estava regularizada mas, enquanto se apuravam os factos, o carro ficou estacionado em Navacerrada. E foi a Lamborghini que acabou por esclarecer parte do imbróglio: o carro de Cristiano Ronaldo é um Aventador, sim, mas um Aventador Roadster, descapotável, com placas de matrícula e sem aileron. Como é visível, aliás, na fotografia que o jogador partilhou nas redes sociais.

Esclarecida a confusão do automóvel, cai por terra a restante história, que não se sabe quem começou, apesar de amplamente divulgada. Entretanto, vários meios de comunicação social alteraram a notícia e retificaram o título, explicando que não se tratava do carro de CR7 abandonado em Navacerrada, dando por finda a notícia que, afinal, nunca existiu.

Fonte: DN

Siga-nos por email

Subscreva:

Desenvolvido por FeedBurner

loading...