loading...

Desenhos animados GAY para crianças geram polémica

Recentemente, uma campanha nas redes sociais para que Elsa, da animação Frozen, fosse lésbica deixou muitas pessoas descontentes. Desta vez, uma nova polêmica reacendeu o debate sobre personagens LGBT em filmes infantis. O trailer do aguardado Procurando Dory traz duas mulheres e um bebê, dando a entender que trata-se de um casal de lésbicas. Esta seria a primeira vez que a Disney colocaria personagens abertamente homossexuais em uma produção.

Fonte: Donna
O trailer de pouco mais dois minutos do filme, que é uma sequência do sucesso Procurando Nemo, traz uma única cena em que o casal de mulheres aparece, mas foi o suficiente para gerar polêmica. Logo após a divulgação do vídeo, que já tem mais de três milhões de visualizações, usuários chegaram a propôr um boicote ao filme. A Disney ainda não se pronunciou sobre o assunto. 



Originalmente, Dory é dublada pela apresentadora Ellen DeGeneres, que abertamente lésbica. Na versão brasileira do trailer, a cena com as duas mulheres foi cortada:


Nos Estados Unidos, uma série de campanhas tem pedido às grandes produtoras de cinema mais personagens gays. Usando a hashtag #GivaElsaAGirlfriend (“Dê uma namorada para a Elsa”, em português), internautas querem encorajar a Disney a apresentar a rainhas de Frozen como lésbica na continuação da animação. A hashtag teve mais de 100 mil tuítes. Em contrapartida, mais de 240 mil pessoas assinaram uma petição para que a personagem ganhasse um “príncipe encantado”.

Siga-nos por email

Subscreva:

Desenvolvido por FeedBurner

loading...