loading...

BURLA - Falso email enviado em nome do fisco

Mensagem fraudulenta identifica supostas dívidas fiscais, com o objectivo de o destinatário descarregar ficheiro malicioso.

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) lançou um alerta público a dar conta de que alguns contribuintes estão a receber falsos emails, enviados em nome do fisco, a solicitar que regularizem supostas dívidas fiscais.

Foto: Público
Numa nota publicada no Portal das Finanças, a AT explica que a mensagem fraudulenta tem como objectivo “convencer o destinatário a descarregar um ficheiro com conteúdo malicioso”, procurando convencê-lo de que fazendo o download desse ficheiro poderia avançar com o processo de regularização tributária.

Para se visualizar o tipo de mensagem com que os atacantes tentam convencer os destinatários a dar esse passo, a AT divulgou uma imagem com a reprodução de um desses emails.

A falsa mensagem é enviada como um “Aviso Importante”, assumindo o logótipo e a combinação de cores, azul escuro e branco, da autoridade tributária. No corpo de texto, o destinatário é informado de que existiriam processos de execução fiscal em seu nome, e que, não os regularizando, seria incluído na lista de devedores à AT, que estaria a ser actualizada pelos serviços da administração tributária.

Uma nuance: essa lista é pública quando um contribuinte singular tem dívidas acima de 7500 euros (ou dez mil euros, no caso das empresas), só que, na mensagem forjada, as alegadas dívidas que dariam lugar à entrada na lista negra não chegam a 2500 euros.

Assumindo falar em nome da AT, os atacantes vêm “recomendar” que o montante seja regularizado para o contribuinte evitar aparecer na lista que vai sendo actualizada no Portal das Finanças e apresentam o “total de débitos” numa determinada data. De seguida, sob a indicação “Download”, acompanhada do símbolo do E-Factura, o sistema da AT que nada tem a ver com a regularização de dívidas, aparece o link onde não se deve carregar. “Em caso algum deverá efectuar essa operação”, frisa o fisco.

Outro pormenor importante a ter em conta: neste falso email, o destinatário é tratado apenas por “Exm(a) Senhor(a)”, e não pelo nome completo e pelo respectivo número de contribuinte, como é prática nos emails autenticados da AT.

Acompanhando este alerta, a AT disponibiliza um folheto sobre a segurança informática, com recomendações e pormenores aos quais os contribuintes devem estar atentos para identificar emails fraudulentos ou janelas de autenticação falsas reproduzindo o Portal das Finanças.

Outro caso recente passou-se com emails fraudulentos envolvendo a regularização de dívidas das portagens. As falsas mensagens também eram enviadas em nome da autoridade tributária, associando abusivamente ao assunto a Via Verde, com o objectivo de levar os utilizadores a indicarem dados pessoais e dos cartões de crédito.

Fonte: Público

Siga-nos por email

Subscreva:

Desenvolvido por FeedBurner

loading...