Os milionários portugueses estão cada vez mais ricos, parece mentira mas não é!!

Os 25 portugueses mais ricos, com Américo Amorim no topo, concentram 8,3% da riqueza nacional e viram a sua fortuna crescer para 15 mil milhões de euros em 2015, revela a “Exame”.

A lista anual dos 25 mais ricos de Portugal é elaborada há 12 anos pela Exame e será publicada na edição de Agosto da revista que chega às bancas na quinta-feira.

Foto: Noticias ao Minuto
Este é o terceiro ano consecutivo em que as fortunas dos 25 mais ricos aumentam, atingindo os 15 mil milhões de euros (14,7 mil milhões de euros em 2015 e 14,3 mil milhões em 2014), o que representa 8,3% do Produto Interno Bruto nacional.

A maior fatia está concentrada nos primeiros do ‘ranking’: Américo Amorim, Alexandre Soares dos Santos e na família Guimarães de Mello, três fortunas que contabilizam por si só 6,5 mil milhões de euros.

Américo Amorim, que foi o homem mais rico do país em 2008, 2009, 2010, 2011 e 2013, mantendo a partir daí a mesma posição, mas este ano “ainda mais rico”, com uma fortuna avaliada em 3,1 mil milhões de euros (2,5 mil milhões de euros no ano passado).

“Entre o sobe e desce da fortuna de Américo Amorim, ao sabor da cotação da Galp Energia, uma coisa é certa: o empresário está a ganhar distanciamento em relação ao segundo classificado, Alexandre Soares dos Santos”, escreve a Exame.

Os patrões da grande distribuição, Alexandre Soares dos Santos (Jerónimo Martins) e Belmiro de Azevedo (Sonae) e a família Guimarães de Melo estão igualmente entre os mais ricos dos ricos.

Soares dos Santos ocupa o segundo lugar, mas viu a sua fortuna aumentar para mais de 2 mil milhões de euros, graças à valorização das ações da dona do Pingo Doce.

Os Guimarães de Mello são a família mais rica e ocupam este ano a terceira posição destronando Belmiro de Azevedo face ao ano passado.

A família mantém a fortuna de 1,2 mil milhões de euros, com os investimentos no Grupo José de Mello, Brisa, CUF e Efacec.

Belmiro de Azevedo perde 250 milhões e cai para o quarto lugar do ‘ranking’, depois de já ter sido o homem mais rico de Portugal. A sua fortuna bolsista desceu 250 milhões para 1.150 milhões de euros, já que a evolução das suas empresas em bolsa não lhe tem sido favorável, segundo analisa a Exame.

Maria Isabel dos Santos, uma das principais acionistas da Jerónimo Martins, volta a ser a mulher mais rica do país e está mesmo “mais rica”.

Detentora de cerca de 10% da Sociedade Francisco Manuel dos Santos, dona da Jerónimo Martins, subiu do 9.º lugar para o 8.º do ‘ranking’ deste ano, com uma fortuna de 545,5 milhões de euros (448 milhões de euros em 2015 e 429 milhões de euros em 2014).

Fernando Figueiredo dos Santos sobe uma posição face a 2015 e ocupa este ano o 9.º lugar, com uma fortuna de 545,5 milhões de euros (448 milhões de euros anteriores.

Já o “patrão” dos hotéis Pestana, Dionísio Pestana, perde fortuna e cai de 8.º lugar para a 10.ª posição, com uma fortuna de 480 milhões (506,6 milhões de euros em 2015).

A Exame faz o levantamento do património empresarial usando todas as fontes disponíveis, como relatórios e contas (de 2014 e 2015), entrevistas de gestores, ‘sites’ das empresas e do mercado, aplicando-se depois diversos critérios de avaliação, conforme as empresas em apreciação.

Segue-se a lista completa dos “top 10” do ranking

1. Américo Amorim: 3.071 milhões de euros (2.484,2 milhões no ranking anterior, que já liderava);

2. Alexandre Soares dos Santos: 2.078 milhões de euros (vs. 1.763,2 milhões de euros no ranking anterior, quando já era segundo);

3. Família Guimarães de Mello: 1.285 milhões de euros (vs. 1.189,4 milhões de euros, subindo agora ao terceiro lugar no ranking);

4. Belmiro de Azevedo: 1150 milhões de euros (vs. 1382,5 milhões de euros quando estava em terceiro lugar no ranking);

5. António da Silva Rodrigues: 1115 milhões de euros (967 milhões de euros no estudo anterior, já figurando no quinto lugar);

6. Família Alves Ribeiro: 972 milhões de euros (vs. 663 milhões de euros, um dos maiores crescimentos de fortuna. Já ocupava o sexto lugar);

7. Fernando Campos Nunes: 561,9 milhões de euros (539,2 milhões de euros no ano passado, mantendo o lugar);

8. Maria Isabel dos Santos: 545,5 milhões de euros (vs. 448 milhões de euros anteriores, sobe de 9.º para 8.º lugar);

9. Fernando Figueiredo dos Santos: 545,5 milhões de euros (448 milhões de euros anteriores. Era 10.º lugar);

10. Dionísio Pestana: 480 milhões (506,6 milhões de euros em 2015. Perde fortuna e cai de 8º lugar para 10.º).

Fonte: Tugaleaks

Siga-nos por email

Subscreva:

Desenvolvido por FeedBurner

loading...