loading...

ELÉCTRICOS - Tesla e BMW têm falhas nos testes de segurança

A IIHS, que avalia a segurança dos automóveis no mercado americano, não ficou convencida com os resultados nos testes de segurança dos elétricos Tesla Model S e BMW i3.

A entidade que analisa a segurança das viaturas no mercado americano, a IIHS, anunciou o seu ranking “2017 Top Safety Pick+”, tendo destacado a ausência nesta lista de dois veículos 100% elétricos, o Tesla Model S e o BMW I3. Ambos obtiveram uma análise pouco positiva às suas tecnologias de iluminação, a que se juntou ainda o potencial para causar lesões nos ocupantes em caso de acidentes como colisões.


No caso da berlina elétrica da marca liderada por Elon Musk, a IIHS considerou que em caso de colisão frontal, mesmo com a insuflação do airbag, o cinto de segurança não foi capaz de impedir que a cabeça do condutor acabasse por embater no volante. Além disso, neste tipo de acidente foi ainda registado que existe o potencial para surgirem lesões ao nível dos joelhos do condutor. Outro ponto negativo é a avaliação aos danos causados no teto em caso de capotamento na versão topo de gama P100D, que pelo peso maior das baterias coloca maior pressão sobre toda a estrutura da viatura. Para finalizar, a IIHS ainda considerou como “fraca” a iluminação do Tesla Model S.

No caso do BMW i3 são os descansos de cabeça a maior “dor de cabeça” para a IIHS, que diz que caso ocorra uma colisão na retaguarda do modelo bávaro podem ser causadas lesões cervicais aos ocupantes. Esta entidade americana destacou ainda que este é o único modelo da categoria dos “small cars”, os automóveis de menores dimensões, a não alcançar pelo menos a nota “bom” neste parâmetro. Para finalizar, também a iluminação do BMW i3 foi apenas considerada como “aceitável”.


A IIHS já reagiu a estes resultados através do seu responsável máximo, Dave Zuby, que afirmou que “não existe razão para que os veículos mais eficientes não possam estar entre os mais seguros. Esperamos que a Tesla e a BMW continuem a refinar o desenho dos seus automóveis para maximizar a proteção aos seus ocupantes e, especialmente no caso da Tesla, melhorar a iluminação”.

Fonte e Foto: Turbo

Siga-nos por email

Subscreva:

Desenvolvido por FeedBurner

loading...