loading...

ÚLTIMA HORA - Policias alemães poderão ter encobrido provas do atentado

As autoridades alemãs estarão a fazer buscas nas casas e escritórios de cinco polícias acusados de tentarem esconder que tinham provas que permitiriam prender terrorista de Berlim seis meses antes.

As autoridades alemãs estão a fazer buscas nas casas e nos escritórios de cinco agentes policiais que terão tentado encobrir que tinham conhecimento de crimes do terrorista que matou 12 pessoas ao atacar um mercado de Natal em Berlim com um camião, em dezembro do ano passado, que teriam permitido prender Anis Amri meio ano antes do ataque.


De acordo com a imprensa alemã, citada pela edição online da revista Politico, as autoridades estarão à procura de telemóveis que os agentes implicados terão usado para comunicarem entre si sobre este alegado encobrimento.

As buscas surgem depois de, no início deste mês, terem sido publicadas notícias que davam conta de que Anis Amri era conhecido da polícia berlinense, que até teria provas para o prender meio ano antes de este levar a cabo os ataques.

Anis Amri seria traficante de droga e as autoridades teriam conhecimento destes crimes, e provas suficientes para o prender. No entanto, não o fizeram, e o próprio ministro do Interior, Andreas Geisel, terá confirmado que o terrorista devia ter sido preso muito antes do ataque e pediu uma investigação ao caso.

Segundo a imprensa alemã, a justiça terá descoberto que os agentes em causa não só tinham conhecimento das atividades de Anis Amri como tentaram alterar algumas palavras nos seus registos para evitar virem a ser punidos.

Fonte e Foto: Observador

Siga-nos por email

Subscreva:

Desenvolvido por FeedBurner

loading...