loading...

ÚLTIMA - Poderá ter começado a guerra contra a Coreia do Norte

O ataque da Coreia do Sul surge como resposta à entrada de um "objeto não indentificado" na zona desmilitarizada na península coreana. Seul está em alerta máximo e garante que a Coreia do Norte está sob vigilância das autoridades.

Os militares sul-coreanos abriram fogo esta terça-feira contra a Coreia do Norte, como forma de aviso, depois de ter sido detetada a entrada de um “objeto não indentificado” na zona desmilitarizada na península coreana. As autoridades acreditam que o objeto se tratava de um drone e colocaram a Coreia do Sul em alerta máximo.


Segundo a imprensa internacional, dezenas de tiros de metralhadora foram disparados pelas forças militares da Coreia do Sul de forma a abater o “objeto” em causa, que terá entrado no espaço aéreo de Seul, e enviar à Coreia do Norte um aviso contra os avanços militares do líder norte-corenao, Kim Jong-un.

Em comunicado, os militares sul-coreanos afirmam que o nível de alerta é elevado e garantem que o vizinho do norte está “sob vigilância”.

As duas Coreia estão separadas pela fronteira mais fortemente armada do mundo, no paralelo 32, onde ocasionalmente as forças militares de ambos os países entram em choque. De acordo com dados do Governo sul-coreano, desde 2010, morreram cerca de 50 sul-coreanos devido a ataques perpetrados pelo regime norte-coreano.

Fonte e Foto: Jornal Económico

Siga-nos por email

Subscreva:

Desenvolvido por FeedBurner

loading...