loading...

VERGONHA - Condenada há morte por ter sido violada

Um panchayat, um conselho de aldeia que resolve pequenos conflitos nas zonas rurais e isoladas do Paquistão, condenou à morte uma adolescente de 19 anos, depois dela ter acusado o primo de a ter violado.


A rapariga contou que o primo entrou em casa da sua família durante a noite, quando todos estavam a dormir, e ameaçou-a com uma pistola.

"Não podia pedir ajuda porque ele estava a apontar uma arma. Mas o panchayat rejeitou o meu testemunho e declarou que eu quis dormir com ele", contou a rapariga ao jornal Press Trust of India.

Leia mais em Sábado

Siga-nos por email

Subscreva:

Desenvolvido por FeedBurner

loading...