DIREITOS HUMANOS - Mais uma polémica a envolver os EUA

Os Estados Unidos da América ponderam sair do Conselho dos Direitos Humanos da ONU, numa resposta à postura "tendenciosa" deste organismo face a Israel.

A embaixadora norte-americana na ONU, Nikki Haley, disse, esta terça-feira, que está a "olhar com cuidado" para o papel do país no Conselho de Direitos Humanos. "É muito difícil aceitar que se tenham aprovado cinco resoluções contra Israel, um aliado dos EUA, e nenhuma contra a Venezuela", referiu, citada pela "BBC".

Foto. Conectas Direitos Humanos
Haley, que vai ser ouvida esta tarde para se explicar sobre o assunto, já tinha criticado o Conselho, num artigo de opinião no Washington Post, na sexta-feira. "É necessário acabar com as críticas que são feitas a Israel", escreveu.

Mesmo elogiando algumas das tarefas do Conselho, criticou a inércia em relação ao Irão, "um país com um registo abismal de violações dos direitos humanos", e à Venezuela, "onde dezenas de manifestantes foram assassinados nos últimos meses".

Fonte: JN

Siga-nos por email

Subscreva:

Desenvolvido por FeedBurner

loading...