loading...

"Portugal recusou ajuda" e impediu bombeiros espanhóis de entrar no país

Um jornal espanhol indica que Portugal recusou ajuda para o combate ao fogo que matou 64 pessoas em Pedrógão Grande.

Um bombeiro espanhol relatou ao jornal El Correo Gallego que uma comitiva de 60 bombeiros voluntários foi travada à entrada do território português quando tentava ajudar no combate ao incêndio em Pedrógão Grande.


Na noite de domingo, uma comitiva de 60 bombeiros – suportada por dois camiões-cisterna com capacidade para 30 mil litros de água – foi formada na Galiza. O objectivo era ajudar os portugueses a combater o foto que acabou com a vida de 64 pessoas.

Mas, à chegada a Portugal, a comitiva foi travada e obrigada a voltar para trás. “Não temos como atender a tanta gente. Estamos sobrecarregados e não podemos permitir que passe mais ajuda”, terão dito as autoridades portuguesas em Vieira do Minho, na fronteira entre Portugal e Espanha.

Foi uma sensação agridoce. Estávamos conscientes da situação que se estava a passar em Portugal, estávamos preparados para intervir e ajudar as pessoas e, por uma questão burocrática, impediram-nos de ir lutar contra um grave problema que acabou com tantas vidas”, lamentou o bombeiro voluntário ao jornal El Correo Gallego.

Fonte e Foto: Noticias ao Minuto

Siga-nos por email

Subscreva:

Desenvolvido por FeedBurner

loading...