Embaixada não deixa entrar em Portugal Turco que se defendeu com faca de kebab


Dono do Palácio do Kebab diz estar retido na Turquia porque a embaixada portuguesa não lhe concede visto para regressar a Lisboa.

Mustafa Kartal, o turco de origem curda dono do restaurante Palácio do Kebab, que ficou conhecido por ter enfrentado uma "invasão de jovens" com uma faca de cozinha no passado mês de abril, estará impedido de regressar a Portugal.

Segundo o Correio da Manhã, Mustafa está há três meses na Turquia sem conseguir que a embaixada portuguesa em Ancara lhe conceda o visto para regressar a Lisboa, onde abriu o restaurante. Ao CM, o turco contou que viajou em julho para o país natal, para visitar a família, e que desde agosto se desloca todas as semanas à embaixada portuguesa. "Pedem-me um documento, eu entrego e depois dizem-me para esperar. Depois pedem-me outro papel qualquer e a situação repete-se", frisou.

Foto: Sábado
Mustafa Kartal estava em Portugal há cerca de quatro anos e garante que, enquanto empresário, tem tudo em dia: "Tenho tudo legal, os impostos em dia, Segurança Social paga. Não percebo porque não me deixam voltar".

Os funcionários que vão mantendo aberto o Palácio do Kebab dizem que a falta do proprietário começa a fazer-se sentir e admitem fechar portas se a situação não se resolver. O pai de Mustafa está em Portugal com visto turístico e terá de regressar em breve à Turquia. Diz que está a tentar "segurar o negócio", mas tem pouco tempo para esperar pelo filho.

Fonte: DN

Siga-nos por email

Subscreva:

Desenvolvido por FeedBurner

INFORMAÇÃO

Algumas fotografias utilizadas neste blog e alguns artigos são provenientes de outras fontes como Jornais, Revistas, Blogues, órgãos de comunicação social, bases fotográficas estrangeiras e motores de busca. Todos os artigos tem a fonte da foto e da noticia no final do mesmo. Se alguma entidade se sentir lesada ou não permitir a utilização de algum conteúdo utilizado neste sítio comunique-nos, por favor, e prontamente será retirado.