Loading...

DONALD TRUMP - Se as vítimas dos atentados de Paris, estivessem armadas a história teria sido outra



O Presidente dos EUA afirmou que se as vítimas dos atentados de Paris, em 2015, estivessem armadas a "história teria sido outra". François Hollande condenou "as observações vergonhosas e obscenas"

O Presidente dos EUA referiu-se na sexta-feira aos atentados de 2015 em Paris para defender o direito ao uso de armas. Na convenção anual da Associação Nacional de Armas (National Rifle Association, NRA na sigla original), Donald Trump afirmou que se as vítimas dos atentados terroristas estivessem armadas a "história teria sido outra".

O Governo francês condenou este sábado as polémicas declarações de Trump sobre os atentados de 13 de Novembro de 2015, que ocorreram em vários locais da capital francesa, incluindo a sala de espetáculos Bataclan. 130 pessoas morreram e centenas ficaram feridas.

"Foram brutalmente assassinadas por um pequeno grupo de terroristas armados. Com tempo, mataram um por um", disse Trump durante o discurso, ao mesmo tempo que simulou apontar uma arma, disparando várias vezes.

"Se um funcionário ou patrão estivesse armado ou se uma pessoa desta sala estivesse lá com uma arma, a apontar na direcção oposta, os terroristas teriam fugido ou sido baleados, e a história teria sido outra", defendeu o presidente norte-americano, que também mencionou os ataques em Londres com recurso a facas.

Afirmações que tiveram a "firme desaprovação" do Governo francês.

"A França orgulha-se de ser um país seguro onde a aquisição e posse de armas de fogo é estritamente regulada", declarou o Ministério dos Negócios Estrangeiros francês.

"A livre circulação de armas na sociedade não constitui uma barreira contra ataques terroristas. Pelo contrário, pode facilitar o planeamento deste tipo de ataque", defendeu o Governo francês.

Também François Hollande, que era na altura do atentado o Presidente francês, condenou o Presidente dos EUA. "As observações vergonhosas e obscenas de Donald Trump revelam muito sobre o que ele pensa de França e dos seus valores", escreveu na rede social Twitter. Hollande sublinhou, no entanto, que "a amizade" entre os dois povos não será afectada pelo "desrespeito".

Fonte e Foto: DN
loading...

Siga-nos por email

Subscreva:

Desenvolvido por FeedBurner

INFORMAÇÃO

Algumas fotografias utilizadas neste blog e alguns artigos são provenientes de outras fontes como Jornais, Revistas, Blogues, órgãos de comunicação social, bases fotográficas estrangeiras e motores de busca. Todos os artigos tem a fonte da foto e da noticia no final do mesmo. Se alguma entidade se sentir lesada ou não permitir a utilização de algum conteúdo utilizado neste sítio comunique-nos, por favor, e prontamente será retirado.