Loading...

Mulher finge que tem cancro para roubar com campanhas de angariação



Daniela Costa fingiu durante dois anos uma luta fictícia contra um cancro no útero, que se teria até estendido aos pulmões e depois aos ossos.

Daniela tem 33 anos e é residente em Albufeira, ela burlou milhares de euros em campanhas solidárias promovidas por empresários e associações.

Daniela foi detia esta terça-feira pela Guarda Nacional Republicana, por ordem do Ministério Público (MP) do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Faro por burla qualificada.

A jovem mulher é casada e tem três filhos menores, a mulher é "suspeita de ter ao longo de anos angariado diversas quantias monetárias com a falsa alegação de ter uma doença oncológica e de precisar de dinheiro para tratamento", confirmou o MP. 

O inquérito é conduzido pela secção de Albufeira do DIAP de Faro. 

A mentira de Daniela Costa foi desmascarada em outubro do ano passado, quando a mulher estava na Fundação Champalimaud, em Lisboa, onde ia muitas vezes, fingindo estar doente. 

O seu comportamento despertou suspeitas e a PSP foi chamada. Ela acabou por ser levada para a psiquiatria.

Não há registo de que tenha qualquer problema oncológico mas foram-lhe diagnoticados problemas psiquicos. 

A população de Albufeira recebeu a notícia em choque e de forma incrédula, porque houve quem promovesse jantares, angariações de fundos, concertos e festas. 

Foram até colocadas ‘latinhas’ em lojas e estabelecimentos de restauração para recolher dinheiro para ajudar Daniela.

Fonte e foto: Vamos Lá Portugal
loading...

Siga-nos por email

Subscreva:

Desenvolvido por FeedBurner

INFORMAÇÃO

Algumas fotografias utilizadas neste blog e alguns artigos são provenientes de outras fontes como Jornais, Revistas, Blogues, órgãos de comunicação social, bases fotográficas estrangeiras e motores de busca. Todos os artigos tem a fonte da foto e da noticia no final do mesmo. Se alguma entidade se sentir lesada ou não permitir a utilização de algum conteúdo utilizado neste sítio comunique-nos, por favor, e prontamente será retirado.